ÁREA RESTRITA: BJ CONNECT
 

Novidades

29.11.2018

Como ser presente na educação?

Compartilhe esta notícia:   
Como ser presente na educação?

O final do ano está próximo e muitas crianças podem estar com problemas nas notas e dificuldade para passar de ano. Ao mesmo tempo em que estimulam a autonomia, como os pais podem acompanhar o desempenho escolar de seus filhos? Para Raphael Branco, gestor do Colégio Bom Jesus em Florianópolis (SC), dependendo da idade da criança e do ano em que ela se encontra, os pais podem:

  • acompanhar o desenvolvimento dos seus filhos por meio do site da escola
  • verificar as atividades e os seus rendimentos
  • acompanhar os critérios sugeridos para estudo
  • solicitar ao filho que apresente as avaliações e as atividades desenvolvidas no colégio
  • verificar se as tarefas foram executadas de forma completa
  • questionar se foi dada mais de uma tarefa
  • verificar os avisos de avaliações processuais
  • vistar diariamente a agenda escolar
  • Para participar do dia a dia da escola sem ser invasivo, o gestor sugere que os pais conversem com o filho naturalmente, questionando quais os assuntos abordados nas aulas e se foi tudo tranquilo. “Uma sugestão é perguntar sobre o conteúdo do dia, como foi a aula de História, por exemplo, o que aprendeu na aula de Matemática e assim por diante”, conta Raphael. Caso haja dificuldade do filho em alguma matéria específica, a orientação é entender o que está acontecendo e buscar uma solução conjunta. Se for necessário, vale pedir ajuda aos profissionais da escola.
No final do ano, é mais complicado ajudar nas dificuldades, mas é possível buscar a aprovação. “A ideia é acompanhar a criança de perto, dando todo o suporte necessário e propondo mais dedicação dela aos estudos. Também ajuda bastante frequentar as aulas de reforço ou recuperação paralela, sugeridas pelo Colégio em forma de convocação”, avalia Raphael.

Sem aperto em 2019
No próximo ano, a principal indicação é acompanhar o andamento do filho desde o início das atividades até o momento em que a criança conquista sua autonomia. É importante, também, comparecer às reuniões propostas pelo Colégio e àquelas agendadas pelo professor-representante. Assim, os pais podem corrigir eventuais problemas antes do final do ano letivo.

Por isso, a participação de pais comprometidos com a educação do seu filho é fundamental. As consequências são: bom rendimento escolar, boa convivência social e, principalmente, em família. Para o gestor Raphael, os reflexos dessa participação são muito positivos. “Quando há participação da família no Colégio, o aluno se sente acolhido e apoiado, o que faz com que o seu interesse pelas atividades aumente cada vez mais, refletindo, assim, nos bons resultados, que é o objetivo de todos”, finaliza.

Esse conteúdo foi publicado no Guia dos Pais, do G1 Paraná.