ÁREA RESTRITA: BJ CONNECT
 

Proposta Pedagógica

12.11.2014

“Vida após a morte segundo as Religiões” é tema de Mesa-redonda de Ensino Religioso

Compartilhe esta notícia:   
“Vida após a morte segundo as Religiões” é tema de Mesa-redonda de Ensino Religioso

“Para encontrar meu fim último e meu primeiro princípio devo procurar-me a fundo em Deus, tornando-me aquilo que Ele é: Luz na Luz, Palavra na Palavra, Deus em Deus”, dizia Angelus Silesius em sua obra “O peregrino querubínico”. A vida é um projeto divino a ser construído e realizado com excelência em um curto espaço de tempo: os dias que nos são dados entre o nascimento e a morte. As Religiões se apresentam não só como caminhos de bem viver nesse mundo como também em um modo de transformar a morte numa experiência bem-aventurada do tempo para a eternidade, da terra para o paraíso.

Confira as imagens do encontro na galeria de fotos abaixo



Embora a morte possa ser ainda vista como um tabu para muitas pessoas, “Vida após a morte segundo as Religiões” foi o tema de uma Mesa-redonda de Ensino Religioso. O encontro se deu entre líderes de seis Tradições Religiosas e aproximadamente 400 alunos do 9.º ano do Ensino Fundamental das Unidades Bom Jesus Centro e Bom Jesus N. Sra. de Lourdes no dia 7 de novembro, no Teatro Bom Jesus, em Curitiba (PR). O evento, que chegou à sua quinta edição, foi organizado pelos professores de Ensino Religioso − Mário Renato Longen e Adilson Miguel Romanio – de ambas as Unidades.

“A realização dessa Mesa-redonda de Ensino Religioso tem como objetivos oportunizar aos alunos dirimir dúvidas sobre o tema, promover o diálogo inter-religioso e a paz no mundo, um dos maiores sonhos de São Francisco de Assis”, disse Frei Claudino Gilz, que na ocasião compôs a mesa representando o Cristianismo Católico. “O diálogo e a paz entre as religiões torna-se possível à medida que há respeito mútuo. Nas aulas de Ensino Religioso, temos procurado ensinar isso todos os dias aos nossos alunos”, complementou. A mesa foi composta, além do Frei Claudino, também pelo pastor evangélico Fabiano Batista Ribeiro, pelo rabino Pablo Berman, pelo espírita Márcio da Cruz, pelo umbandista Cézar Brandt e pelo representante do Islamismo, Gamal Fouad El Oumairi.

À luz do tema “Vida após a morte segundo as Religiões”, as perguntas dos alunos aos integrantes da mesa foram as mais diversas, levando os líderes religiosos a um pensamento comum: independentemente das especificidades entre uma Religião e outra, cabe ao ser humano conhecer e discernir em Deus um sentido para a sua vida. Precisa compreender a morte como parte integrante da vida, coroação de uma trajetória de vida em prol do bem ao próximo, à natureza e a todos os seres vivos.




GALERIA DE FOTOS


Ver todas imagens