ÁREA RESTRITA: BJ CONNECT
 

Institucional

12.03.2015

Habilidades sociais em foco

Compartilhe esta notícia:   
Habilidades sociais em foco

Há quatro anos, o Departamento de Saúde Escolar (DSE) do Colégio Bom Jesus desenvolve o Programa de Desenvolvimento de Habilidades Sociais. A iniciativa é estendida a todas as Unidades da instituição e tem por objetivo auxiliar os estudantes da Educação Infantil ao 8.º ano do Ensino Fundamental a lidarem com situações do cotidiano de forma mais adequada.

Por meio de atividades específicas para cada faixa etária, os professores auxiliam os alunos a desenvolverem várias habilidades, como: compreender a importância de respeitar a diversidade; responder apropriadamente a críticas ou provocações; lidar com as pequenas frustrações do cotidiano; enfrentar apropriadamente situações de agressão física ou verbal direcionada a si ou ao outro, incluindo o bullying; compreender a importância das regras sociais; comunicar-se de forma assertiva, incluindo o uso de mensagens na primeira pessoa; utilizar estratégias de recusa, em relação ao tabaco e ao álcool, por exemplo, diminuindo o espaço para a pressão dos pares a que os adolescentes podem ser expostos.

Na Unidade Coração de Jesus, em Florianópolis, por exemplo, as turmas do Ensino Fundamental II participaram da primeira aula do programa em 2015. Os alunos do 5.º ano trabalharam o tema Autocontrole; no 6.º ano, a abordagem foi sobre Estilos de Comunicação (assertivo, agressivo, passivo e manipulativo) e, as turmas do 7.º ao 8.º ano, discutiram sobre Projetos de Vida.

O Programa de Desenvolvimento de Habilidades Sociais inclui a capacitação dos professores pela equipe de psicólogos do Bom Jesus. Depois disso, a equipe docente capacita os alunos durante aulas especiais distribuídas ao longo do ano letivo.

De acordo com o coordenador do DSE, o pediatra José Francisco M. Klas, evidências científicas apontam para o fato de que crianças e adolescentes que desenvolvem um amplo repertório de habilidades sociais, como as trabalhadas no Programa, terão maior probabilidade de estabelecer relações sociais mais saudáveis. “No futuro, elas se tornarão menos vulneráveis a transtornos emocionais e ao abuso de substâncias psicoativas, como álcool e outras drogas”, explica.



GALERIA DE FOTOS