Blog

17.04.2023

O que é a linha pedagógica investigativa?

link copiado
O que é a linha pedagógica investigativa?

A linha pedagógica é uma questão a que os pais devem estar atentos ao escolher a escola, para que esteja de acordo com a educação dos filhos. A abordagem metodológica adotada pela escola interfere diretamente no desenvolvimento da criança, principalmente nos primeiros anos de escolarização.

Existem diferentes abordagens metodológicas ou linhas pedagógicas. Para cada uma delas há uma concepção de criança, de interação entre professor e aluno, de organização do espaço, estratégias de registro e de avaliação, por exemplo.

O enfoque proposto pela abordagem investigativa, que integra as metodologias ativas, prioriza o protagonismo do aluno, os conhecimentos prévios que possui, a aprendizagem com a mediação dos professores.

Além disso, valoriza o levantamento de hipóteses, a pesquisa e o registro das descobertas por meio do uso de diferentes linguagens. Essa abordagem contribui para a construção de uma mentalidade em que o foco é a aprendizagem, não “a nota”.

Quer saber mais sobre essa linha pedagógica e as contribuições na formação das crianças? Então confira o artigo a seguir.

Qual a interferência na formação das crianças?

Para começar, precisamos entender qual a contribuição na formação dos pequenos. As abordagens metodológicas variam de uma escola para outra, mas, de modo geral, o objetivo é a aprendizagem das crianças e dos jovens da forma mais eficiente possível. A maneira como isso será feito vai depender da linha pedagógica.

A proposta vai guiar os professores no dia a dia e as atividades feitas em sala de aula, além de definir o currículo da instituição para cada ano. No caso do Colégio Bom Jesus, o uso de metodologias ativas é direcionado pelo Centro de Estudos e Pesquisas (CEP), que busca sempre aplicar a linha pedagógica da forma mais didática e produtiva para os alunos.

Além disso, as linhas pedagógicas são formas de esclarecer para pais e responsáveis a maneira como os alunos serão ensinados. É importante lembrar que isso vai além das matérias e dos conteúdos. A proposta pedagógica da escola, muitas vezes, estará relacionada com a formação dessas crianças como seres humanos, podendo transmitir os valores da instituição.

Ao conhecer a linha pedagógica da escola, os pais podem perceber se o foco é o ensino (o professor) ou a aprendizagem (a criança).  Também se prevê a formação integral e o desenvolvimento de habilidades socioemocionais, se a metodologia envolve mais a exposição de conteúdos pelo professor ou a construção colaborativa.

Nesse sentido, também é importante saber se a abordagem metodológica é pautada no levantamento de hipóteses, na pesquisa, na síntese, por exemplo. Identifique, ainda, quais são os ambientes de aprendizagem, de modo a verificar se inclui outros espaços, além da sala de aula.

O que são metodologias ativas?

As metodologias ativas são aquelas que focam no protagonismo do aluno, na aprendizagem colaborativa e em práticas em que o professor atua como mediador na estruturação de conhecimentos escolares de um modo reflexivo e crítico. Isso quer dizer que valorizam a construção do conhecimento a partir de análises e hipóteses sobre a realidade.

Essa metodologia tem como maior diferencial descentralizar o papel de agente construtor do conhecimento. Sendo assim, o professor tem a função de mediador, incluindo o aluno nesse processo de forma ativa.

A partir de situações apresentadas, os alunos são estimulados a levantar hipóteses. Isso desperta o senso crítico deles, desenvolvendo uma postura reflexiva, o que ajuda a solucionar desafios tanto relacionados aos conteúdos escolares quanto à vida. 

Essas hipóteses são testadas, comprovadas ou refutadas a partir da pesquisa. As descobertas feitas são organizadas, por meio de diferentes estratégias, de modo a garantir a síntese das descobertas, seja em um mapa mental ou uma rede de conhecimentos.

Como é a linha pedagógica investigativa?

A abordagem investigativa está muito relacionada com as metodologias ativas. Isso quer dizer que envolve a resolução de problemas, o desenvolvimento de projetos e a investigação. Essa abordagem prioriza a aprendizagem pautada na compreensão, no estabelecimento de relações e no desenvolvimento da criatividade.

A ideia é que as crianças busquem novos modos de ver e de fazer as coisas, sendo o material didático um dos suportes para a pesquisa e a sistematização. Por esse motivo, desde a Educação Infantil, o currículo foca no desenvolvimento de habilidades e de competências.

Nesse caso, a compreensão dos temas de estudo envolve o “aprender fazendo”. Dessa forma, a escola contribui para a aprendizagem ativa e colaborativa, ajudando a desenvolver uma atitude favorável à aprendizagem.

Por meio das atividades são explorados problemas para que os alunos levantem hipóteses, promovendo novas descobertas. Isso acontece, por exemplo, em pesquisas, na exposição de fatos e, até mesmo, em jogos e brincadeiras educativos desenvolvidos em sala de aula.

Contribuições dessa linha pedagógica

A aplicação da abordagem investigativa traz diversos benefícios para o processo de aprendizagem da criança. Essa abordagem  metodológica colabora para:

  • o desenvolvimento da capacidade de aprender;
  • a compreensão do sistema político, das artes, da tecnologia e dos valores em que a sociedade se fundamenta;
  • a aquisição de conhecimentos e habilidades;
  • a formação de atitudes e valores;
  • uma visão crítica do mundo;
  • o fortalecimento dos vínculos familiares e sociais;
  • a aprendizagem colaborativa, o trabalho em grupo e o debate;
  • o desenvolvimento de estruturas de pensamento e da metacognição.

O Colégio Bom Jesus aplica a abordagem investigativa e trabalha para gerar uma postura favorável ao aprendizado. Com isso, é possível desenvolver uma mentalidade de crescimento, capaz de lidar com os desafios tanto da jornada acadêmica como da vida como um todo.
Quer saber mais sobre o Colégio Bom Jesus? Agende uma visita e venha nos conhecer! 
 


BLOG e NOTÍCIAS RELACIONADAS


 
AGENDAR UMA VISITA